EXISTE   DIFERENÇA   ENTRE

5.56 x 45 mm

e   o

.223 Remington

 

DIFERENÇAS

 

      Tive a motivação para apresentar este trabalho, após vários colegas me fazerem a mesma pergunta, existem diferenças entre o 5.56 x 45 mm e o .223 Remington?

      Comumente escutamos dizer que os calibres são identicos em tudo, ou seja, é o mesmo produto. Somente existindo diferença quanto a descrição!

      Porém devemos ter em mente que as regras para o controle de munição civil e militar são regidos por padrões diferentes, com diferentes parâmetros e escalas de medidas.

 

Padrões militares são definidos pelo teste EPVAT da NATO,

enquanto os padrões civis são definidos pelo SAAMI EUA.

 

      Podemos observar não somente os diferentes padrões, mas também que utilizam diferentes métodos, sistemas e dispositivos de controle que são:

 

- Designações militares regulamentada pela NATO, pelo teste EPVAT (Eletrônico, Pressão, Velocidade Ação e Tempo), que regula a pressão máxima de 430 MPa (62 366 psi).

- Designação civil regulada por SAAMI (Sporting Arms And Ammunition Manufacturers Institute) , que regula a pressão máxima a 379,21 MPa (55.000 psi).

- Os cartuchos da OTAN suportam pressão mais elevada do que os civis.

- Os cartuchos da OTAN contem mais carga propelente mais forte do que a pólvora do usada por civis.

- Os cartuchos da OTAN são mais espessas do que civis, para suportar a pressão que eles geram.

- Os cartuchos da OTAN são mais pesados que os civis.

- armas militares utilizadas pela OTAN estão prontas para suportar a munição NATO (que, como ficou claro no início, é mais potente do que a de uso civil).

- A limitação da câmara é diferente.

- A  espoleta  dos  cartuchos  militares  da  NATO  são  mais  resistentes  e  capazes  de  suportar  as condições de pressão, temperatura, choques,  vibrações  e  falta  de manutenção  que  em  uma  munição 223 Remington, pode aguentar.

      Os fabricantes de armamentos, normalmente indicam o uso da munição específica para a arma, podendo ser 5.56 x 45 milímetros ou .223Rem. No entanto, existem fabricantes que proporcionam o uso de ambos os calibres.

      Em conclusão sobre este aspecto, não é recomendado o uso de .223Rem em armas militares, pois isso poderia causar desgaste prematuro do raiamento. Enquanto isso, o uso das munições militares em armas produzidas ao uso civil poderá ter consequências graves para a arma e ao atirador.

Fonte: (S.A.A.M.I. bem como EPVAT da NATO) 

 

PODEMOS OBSERVAR AS FIGURAS ABAIXO:

O da esquerda é o NATO e o da direita S.A.A.M.I.

 

  • Wix Facebook page
  • Wix Twitter page
  • Wix Google+ page